top of page

Gabriel Pecly vence primeira bateria e assume liderança do campeonato

Nilton Gavião vence segunda bateria e soma belos pontos para campeonato

Logo GRIDBURN re22jjjjjd_edited.png

Reportagem: Brian Castiglioni
Imagem: Vinicius Borghi

9 de mar. de 2022

Foi dado início ao campeonato da Grid Seven, trazendo toda a emoção do G7 Formula 3 nas pistas do circuito de Interlagos. Um Grid repleto de pilotos com muita emoção e alto nível de competitividade.



Classificação:


Com uma classificação apertadíssima entre Nilton Gavião e Gabriel Pecly, acabou ficando com a poli o Gabriel, a apenas 0.126s de Nilton que ficou com a segunda posição.


1º Gabriel Pecly – 1:27.031

2º Nilton Gavião – 1:27.157

3º Ricardo Ramos – 1:27.268

4º Dinho Ogurtsova – 1:27.438

5º Junior Lima – 1:27.766

6º Flavio Costa – 1:27.815

7º Gustavo Brusdzenski – 1:27.886

8º Guilherme Hauser – 1:27.986

9º Bruno Barbosa – 1:28.058

10º Gustavo Blasquez – 1:28.186

11º Felippe Copatti – 1:28.737

12º Santhiago Marinho – 1:29.413

13º Italo Borato – 1:32.800

14º Carlos Kovalsk – S/T

Fonte: Live Racers (https://gridsevenav.liveracers.com/Results/Result/8ecca6f1-a97c-40d0-9ad0-a61d28cad505)



1ª Bateria:

O grande destaque da primeira bateria ficou por conta de Gabriel Pecly, da equipe Hoperários Bravo Racing, que largou da poli e terminou a corrida ainda em primeiro lugar, sem ser incomodado durante a corrida, veio com um ritmo muito forte e foi o primeiro ver a bandeira quadriculada.


Destaque ainda para Flávio Costa, da equipe GF Racing A, que ganhou 4 posições no grid para terminar a corrida em segundo lugar. Seguido de Ricardo Ramos, da equipe S&R Team MotorSport,  que após cair várias posições fez uma bela corrida de recuperação para terminar por subir ao podium na terceira posição.


Destaque ainda para Nilton Gavião que cravou a volta mais rápida da corrida com 1:27.554. Que durante a corrida acabou caindo várias posições e em uma breve corrida de recuperação terminou a corrida em 5º lugar, somando bons pontos para a equipe para a continuidade do campeonato.


Já na categoria Ligth Santhiago Marinho, piloto da Borato Racing Team, foi o mais bem colocado vencendo em sua categoria, e ainda sendo o piloto que ganhou maior numero de posições na corrida, ganhando incríveis 6 posições, vindo de 12º lugar para terminar em 6º. Tendo ainda os pilotos Bruno Barbosa, da equipe WW, em segundo lugar, seguido de Italo borato, também da Borato Racing Team, para fechar na terceira posição da categoria.


Resultado:

1º Gabriel Pecly – 26:15.291

2º Flavio Costa – +14.224

3º Ricardo Ramos – +17.998

4º Junior Lima – +19.286

5º Nilton Gavião – +28.218

6º Santhiago Marinho – +29.533

7º Bruno Barbosa – +33.029

8º Italo Borato – +46.730

9º Gustavo Blasquez – +51.879

10º Gustavo Brusdzenski – +1:20.901

11º Guilherme Hauser – +1L

12º Carlos Kovalsk – +1L

13º Dinho Ogurtsova – DNF

14º Felippe Copatti – DNF

Fonte: Live Racers (https://gridsevenav.liveracers.com/Results/Result/d54f730f-b66e-4745-99a8-b67ef6ec093e)



2ª Bateria:


Com a inversão do grid dos 8 primeiros da primeira bateria para a segunda, teve Italo Borato largando da poli seguido de Bruno Barbosa fechando a primeira fila do grid de largada para a bateria.


Mas quem acabou por vencer a segunda bateria foi Nilton Gavião, da Scuderia DKG A, que pulou de 4º colocado para primeiro colocado ainda na primeira volta, na sequencia acabou por entrar o safety car por conta de um incidente na primeira curva da corrida, e depois da relargada foi só Nilton Gavião administrar até o final da bateria que acabou por vencer a bateria.


Gabriel Pecly, da equipe Hoperários Bravo Racing, que terminou em segundo lugar ganhou 6 posições para terminar no podium da corrida e fechando a noite ainda com a volta mais rápida da corrida com 1:27.736. Seguido de Flavio Costa, da equipe GF Racing A, que ganhou 4 posições no grid e fechou os 3 primeiros colocados da bateria.


Destaque ainda para Dinho Ogurtsova, da Scuderia DKG A, que com o abandono na primeira bateria, a equipe fez um ótimo trabalho para concertar o carro e fazer com que Dinho ganhasse 8 posições na corrida terminando em 5º lugar.


Já na categoria Light mais uma vez Santhiago Marinho, da Borato Racing Team, termina por vencer a corrida na sua categoria, terminando com um incrível 4º lugar na bateria. Seguido mais uma vez por Bruno Barbosa, da equipe WW, na segunda posição, e fechando em terceiro lugar ficou com Gustavo Blasquez, da equipe GF Racing B, fechando os 3 primeiros da categoria Light na segunda bateria.


Resultado:

1º Nilton Gavião – 27:01.816

2º Gabriel Pecly – +4.980

3º Flavio Costa – +23.252

4º Santhiago Marinho – +45.067

5º Dinho Ogurtsova – +46.733

6º Bruno Barbosa – +47.733

7º Gustavo Blasquez – +53.358

8º Gustavo Brusdzenski – +1L

9º Carlos Kovalsk – +1L

10º Italo Borato – +2L

4º Junior Lima – DNF

3º Ricardo Ramos – DNF

11º Guilherme Hauser – DNF

14º Felippe Copatti – DNF

Fonte: Live Racers (https://gridsevenav.liveracers.com/Results/Result/3569eab9-ae1e-496a-be1e-d72819decd94)



Construtores


Ao final da primeira etapa do campeonato de Formula 3, temos a liderança com a Hoperários Bravo Racing na primeira posição, seguido da Borato Racing Team em segundo, e fechando com a terceira posição a equipe GF Racing A.



Punições:


Classificação:

- Gabriel Pecly - Tocar Dinho Ogurtsova durante a seção de classificação. Punição: Advertência (Adicionado ao regulamento).


1ª Bateria:

- Bruno Barbosa - tocou Felipe Copati ocasionando dano ao adversário Punição: Driver Thru +2pts.


2º Bateria:

- Dinho Ogurtsova - Ultrapassar em Bandeira amarela. Punição: Advertência por não constar regra no regulamento (Adicionado ao regulamento);

- Flavio Costa - Ultrapassar em Bandeira amarela. Punição: Advertência por não constar regra no regulamento (Adicionado ao regulamento);

- Fellipe Coppati - voltou para pista de forma imprudente ocasionando acidente com Italo Borato. Punição: Advertência por não constar regra no regulamento (Adicionado ao regulamento);

- Gustavo Blasquez - voltou para pista de forma imprudente. Punição: Advertência por não constar regra no regulamento (Adicionado ao regulamento);

- Felipe Coppati - Toque com Gabriel Pecly ocasionando danos no carro Punição: Driver Thru +2pts.



Pontos na Carteira:


- Bruno Barbosa: +2 Pontos;

- Felippe Copatti: +2 Pontos.



Punições para próxima corrida:


Não há.

contato_edited.png
bottom of page